Pular para o conteúdo principal

Agorafobia


 Enquanto a maioria das pessoas sente apenas de tempos em tempos que o mundo é complexo demais para se aguentar, os agorafóbicos sentem isso a todo momento. Para eles, não existe um dia qualquer, ao acaso, em que querem se esconder do mundo - eles se sentem assim todos os dias. Acham que estão sendo continuamente julgados e criticados por outras pessoas porque não conseguem enfrentar seus problemas, e acreditam que o mundo lá fora esta cheio de perigos à espreita. Eles se sentem tão oprimidos e obcecados por isso que nem mesmo suportam sair de casa.
Essa fobia de espaços abertos e do mundo exterior pode ser encontrada em duas formas. Em alguns casos, os agorafóbicos experimentaram de fato uma situação perigosa, a qual terminou com eles ou outras pessoas sendo feridos: por exemplo, eles podem ter sido violentados ou assaltados ou podem ter sido vítimas de uma tentativa de homicídio. Em casos como esses, é compreensível que sua reação natural seja de se escoderem e se protegerem. Em sua maioria, as pessoas reagiriam dessa maneira, caso uma coisa como essa lhes acontecesse; mas, na maior parte dos casos, quando as pessoas se escondem, elas passam por um período de recuperação e depois retornam à vida como antes. Porém, as agorafóbicos não se recuperam. Eles não recuperam a confiança para se aventurarem fora de casa. Seu medo cresce até eles nunca desejarem sair novamente.
A outra espécie de agorafobia começa  quando as pessoas são paranóicas a respeito de serem julgadas. Mais uma vez, a maioria das pessoas pode se relacionar com isso porque todas passam por essa experiência até certo ponto. Se você já quebrou um salto alto, sabe como é ficar terrivelmente envergonhada enquanto sai mancando por aí, esperando que ninguém perceba. Ou se alguma vez você saiu e de repente percebeu que havia um grande buraco na sua camisa e que todos o viram, você queria apenas voltar para casa o mais rápido possível. Se você já esteve numa situação como essa, irá entender o que significa ficar embaraçado, desconfortável e observado - mas é assim que os agorafóbicos se sentem o tempo todo. Eles sentem que estão sendo examinados e julgados toda vez que saem e intensificam esses sentimentos de desconforto até o ponto em que acreditam que não podem suportar nada - e assim permanecem em casa, onde se sentem seguros. Mas ser um prisioneiro em sua própria casa não é viver.

Trecho do Livro "Livre-se do Medo" - Dra. Lucy Atcheson

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Decoração com azulejos antigos!

Deixe a sua casa mais alegre, confira algumas idéias para decorar com azulejos antigos:






























Decor: Divisórias Criativas

Confira várias formas criativas de dividir espaços:












Porta de correr

Lindas portas de correr com roldana aparente, inspire-se!